SEGUNDA-FEIRA – 11/MAIO/2015

a_SantoInacioDeLaconiSTO. INÁCIO DE LACONI (1701-1781). Natural da Sardenha, entrou em 1721 no convento dos Capucinhos de Buoncammino, em Cágliari, onde foi 1º alfaiate dos hábitos dos frades e depois escolhido como pedinte nos bairros pobres, no porto e nas tabernas. Pedia e dava ao mesmo tempo. Impressionando todos com a sua serenidade espiritual e alegria permanente, passou a ser conhecido como “o padre santo”. Foi canonizado pelo papa S.Pio Xll, em 1951.

STOS. ABADES DE CLUNY : ODON, MAJOLO, ODlLÃO, HUGO e PEDRO VENERÁVEL. Cluny foi um mosteiro beneditino, fundado em 910, que pretendia restaurar na sua pureza primitiva a regra de S.Bento, num local onde os monges, dentro do conceito das três ordens, desejavam ser os privilegiados intermediários entre o céu e a terra, dedicando-se só à Lectio divina, à oração, ao trabalho e à remissão dos pecados.

Actos 16,11-15 ; Sal 149,1-6a. 9b ; João 15, 26–16, 4a

“QUEM VOS MATAR …” (Jo.15,26–16,4a). “Naquele tempo…” A liturgia introduz assim as palavras de Jesus, dia após dia. O que importa é reconhecer-se a coincidência, o encontro entre o tempo de Jesus, das Suas palavras, e o tempo de hoje. Neste dia, Jesus diz palavras duras, que nos assustam : “Vai chegar a hora em que aqueles que vos matarem julgarão prestar um serviço a Deus”. Infelizmente, esse tempo veio para o bem dos cristãos, perseguidos através do mundo por gente que imagina prestar culto a Deus. Oremos para que O Espírito da verdade ilumine as consciências dos carrascos e fortifique os cristãos no meio das provações.

Meditações Bíblicas”, tradução dos Irmãos Dominicanos da Abadia de Saint-Martin de Mondaye (Suplemento Panorama, Edição Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.