SÁBADO – 23/ABRlL/2016

a_DecapitacaoDeSaoJorgeS. JORGE (275-303) . Soldado originário da Capadócia, terá sido martirizado em Lídia (Lod, em Israel). lmortalizado na lenda em que ele mata o dragão (símbolo do mal), foi muito popular na Idade Média.

Actos 13, 44-52 ; Sal 97, 1-4 ; João 14, 7-14

LUZ DAS NAÇÕES (Act. 13,44-52) . No livro de Isaías, O Senhor destina o seu servo a ser a “luz das nações” (Is. 49,6) . Impregnado da lei de Deus, o servo ilumina as nações. No início do evangelho de Lucas, Cristo desvenda-Se assim aos olhos do velho Simeão: “Luz que se revela às nações” (Luc.2,32) . Paulo e Barnabé afirmam hoje que herdámos esta missão: ser “luz das nações” com Cristo. O papa Francisco encoraja-nos : “Somos todos convidados a aceitar este apelo : sair do seu próprio conforto e ter a coragem de ir junto de todas as periferias que têm necessidade da luz do evangelho” (Evangelii Gaudium 20) .

“SENHOR MOSTRA-NOS O PAI… ” (Jo. 14,7-14) .“Mostra-nos O Pai; isso nos basta”. Não falta descaramento ao Filipe, mas, ao mesmo tempo são palavras de um homem, de cada um de nós, de um desejo talvez inerente a todos… Ele queria ver Deus: nós também! Este homem não entende nada, nós também não! Quereríamos ver Aquele de quem falam os inspirados, os consolados, os aflitos : Deus, a quem podemos chamar “Pai”. Há aqui como que o eco do pedido radical feito por Moisés no monte Sinai: “Senhor, deixa-me contemplar a Tua glória!” (Êx.33,18). Filipe implora como nós, no íntimo: “Senhor, quero conhecer pessoalmente Aquele que me fez, porque o meu coração e todo o meu ser não encontra descanso até eu descansar nO meu Criador” (S TO Agostinho, “Confissões”).

Meditações Bíblicas”, tradução dos Irmãos Dominicanos da Abadia de Saint-Martin de Mondaye (Suplemento Panorama, Edição Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.