SÁBADO – 23/JANEIRO/2016

2 Samuel 1,1-4.11-12.19.23.27; Sal 79,2-3.5-7; Marcos 3,20-21

“… ELE ATÉ NEM PODIA COMER.” ( Marc. 3, 20-21). As relações familiares são por vezes complicadas e a família de Jesus viveu essas passagens díficeis (lembremos a Sua fuga com 12 anos…) Os familiares vigiam-nO e ao O reprovarem por ultrapassar o razoável – traduzido por “Ele perdeu a cabeça” – não querem pois que Jesus negligencie as regras elementares da vida: dormir, alimentar-Se. Será que hoje o stress da nossa vida vai ao ponto de negligenciarmos um ritmo equilibrado de sono e de alimentação? E também o tempo suficiente para a oração ? Ou podemos dizer verdadeiramente com S.Paulo: “Se nos excedemos, é por Deus” (2 Corín.5,13)?

6.º DIA DE ORAÇÃO PELA UNIDADE: “ESCUTAI ESTE SONHO”. Pai celeste dá-nos a humildade de saber escutar a Tua voz, receber o Teu apelo e partilhar o Teu sonho de unidade visível da Igreja. Ajuda-nos a estar conscientes do escândalo da desunião. Que o fogo dO Espírito Santo nos abraze os corações e inspire a ser um em Cristo, a fim de que o mundo creia que Tu O envias-Te. Leituras: Génesis 37,5-8; Sal 125; Romanos 12,9-1; João 21,25.

Meditações Bíblicas”, tradução dos Irmãos Dominicanos da Abadia de Saint-Martin de Mondaye (Suplemento Panorama, Edição Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.