TERÇA-FEIRA – 26/JANEIRO/2016

a_SaoTimoteoESaoTitoS. TIMÓTEO e S.TITO. “A festa de Timóteo (bispo de Éfeso) e Tito (1º bispo de Creta) – que, com Lucas, são os mais fiéis discípulos de Paulo – pode ser ocasião para a releitura das epístolas que lhes foram dirigidas, a fim de melhor os conhecer, descobrindo o contexto eclesial e humano em que viveram, e compreendendo os laços que os uniram a Paulo. Aliás, a leitura contínua dum texto da Escritura estabelece outra relação com a Palavra porque permite assinalar as “constantes” que facilmente escapam a uma leitura fragmentada. Trata-se duma aventura de longo curso até se conseguir saborear a Boa-Nova e poder repetir com o salmista: “É imensa a paz dos que amam a Tua Lei; eles não se arriscam a tropeçar.” (Sal 118,168)” Irmã beneditina Emmanuelle Billoteau.

2 Timóteo 1,1-8; Sal 95,1-3.7-8a.10; Lucas 10,1-9

ALEGREMO-NOS COM PAULO (2Timót.1,18; Luc.10,1-9). Imaginamos quanta força terá a oração de uma avó ou de uma irmã: “Senhor, envia Timóteo para a seara !” A alegria de Paulo, é por causa da fé de Timóteo, que viveu muitas provações, mas permaneceu fiel. Paulo garante-lhe a sua oração para que Timóteo revele nele o dom de Deus e recomenda-lhe que testemunhe com coragem e sem medo. A cruz que se apresentará no caminho de Timóteo e Tito é a cruz de Cristo. O testemunho de qualquer cristão tem este preço. Paulo pode falar pois diz a Timóteo o que ele próprio vive. “Senhor, obrigado por todas as testemunhas (Timóteo, Tito e os 72 enviados por Jesus no Evangelho) que fizeram de mim o crente que sou. Ajuda-me a assumir parte dos seus sofrimento para Te anunciar.”

Meditações Bíblicas”, tradução dos Irmãos Dominicanos da Abadia de Saint-Martin de Mondaye (Suplemento Panorama, Edição Bayard, Paris). Selecção e síntese: Jorge Perloiro.