SÁBADO – 9/MAIO/2015

a_DeusAmouTantoOMundoS.TA CATARlNA DE BOLONHA (1413-1463). Religiosa Clarissa, mística, taumaturga. “Doutora do Purgatório”.

Actos 16, 1-10 ; Sal 99, 2. 3. 5 ; João 15, 18-21

“SE O MUNDO VOS ODElA…”(João 15,18-21). A meio destes dias da “quaresma de alegria” que sucedem à Páscoa, é um pouco surpreendente ouvir no evangelho falar de perseguições e, mais ainda, de ódio… Todavia, a explicação final ajuda-nos a recolocar as coisas no seu devido lugar : “Tratar-vos-ão assim por Minha causa, porque não conhecem Aquele que Me enviou”. É, portanto, mais por ignorância que por maldade que “o mundo” peca. Devemos, por isso, procurar encontrar a atitude correcta : não pactuar com o “espírito do mundo”, que leva à injustiça, ao confronto, à desesperança, mas amar o mundo da nossa humanidade, criado por Deus e – tal como Jesus – pôr-nos ao seu serviço. “Deus amou tanto o mundo que lhe deu O Seu Filho único”. Se por vezes encontrarmos – por causa de Cristo – incompreensão, troça ou até mesmo rejeição e ódio, não devemos surpreender-nos nem desencorajar-nos. Todas as dificuldades podem servir para fortalecer e continuar nas nossas vidas O Mistério Pascal.

Meditações Bíblicas”, tradução dos Irmãos Dominicanos da Abadia de Saint-Martin de Mondaye (Suplemento Panorama, Edição Bayard, Paris. Selecção e síntese: Jorge Perloiro.