Introdução

A etapa do compromisso exprime e realiza no jovem crente a fidelidade do amor de Cristo pelos seus irmãos. É contrária à cultura do descartável segundo a qual o outro se utiliza à medida do próprio interesse e a pessoa humana parece ser mais uma coisa entre as coisas. O compromisso exprime também a fé, como diz o Evangelho: «Em verdade vos digo, sempre que fizestes isto a um destes irmãos mais pequeninos, a Mim mesmo o fizestes» (Mt 25,40). Exprime também a esperança, como vemos pelas palavras do Santo Padre (Rio de Janeiro, 25.7.2013):

Jovens! Vocês, queridos jovens, possuem uma sensibilidade especial frente às injustiças, mas
muitas vezes se desiludem com notícias que falam de corrupção, com pessoas que, em vez de
buscar o bem comum, procuram o seu próprio benefício. Também para vocês e para todas as
pessoas repito: nunca desanimem, não percam a confiança, não deixem que se apague a
esperança. A realidade pode mudar, o homem pode mudar. Procurem ser vocês os primeiros
a praticar o bem, a não se acostumarem ao mal, mas a vencê-lo com o bem. A Igreja está ao
lado de vocês, trazendo-lhes o bem precioso da fé, de Jesus Cristo, que veio «para que todos
tenham vida, e vida em abundância» (Jo 10,10).

Voltar ao índice