Arquivo de etiquetas: Dias

19 out 2021 «A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos»

SÃO LUCAS, EVANGELISTA – FESTA

2 Tim 4, 9-17b; Sal 144, 10-11. 12-13. 17-18; Lc 10, 1-9

anos pares

Primeira leitura
2 Tim 4, 10-17b
«Só Lucas está comigo»
Leitura da Segunda Epístola do apóstolo São Paulo a Timóteo

Caríssimo:
Demas abandonou-me por amor do mundo presente.
Ele partiu para Tessalónica, Crescente para a Galácia
e Tito para a Dalmácia.
Só Lucas está comigo.
Toma contigo Marcos e trá-lo na tua companhia,
porque me é muito útil no ministério.
Enviei Tíquico a Éfeso.
Quando vieres, traz o manto que deixei em Tróade,
em casa de Carpo,
e também os livros, especialmente os pergaminhos.
Alexandre, o caldeireiro, fez-me muito mal:
o Senhor lhe retribuirá segundo as suas obras.
Acautela-te dele, tu também,
que ele opôs-se fortemente à nossa pregação.
Na minha primeira defesa, ninguém esteve a meu lado:
todos me abandonaram.
Deus lhes perdoe.
Mas o Senhor esteve a meu lado e deu-me força,
para que, por meu intermédio,
a mensagem do Evangelho fosse plenamente proclamada
e todos os pagãos a ouvissem.

Salmo Responsorial
Salmo 144 (145), 10-11.12-13.17-18 (R. cf. 12)
Os vossos santos, Senhor, proclamem a glória do vosso reino.

Graças Vos dêem, Senhor, todas as criaturas
e bendigam-Vos os Vossos fiéis.
Proclamem a glória do vosso reino,
e anunciem os vossos feitos gloriosos.

Para darem a conhecer aos homens o vosso poder,
a glória e o esplendor do vosso reino.
O vosso reino é um reino eterno,
o vosso domínio estende-se a todas as gerações.

O Senhor é justo em todos os seus caminhos,
perfeito em todas as suas obras.
O Senhor está perto de quantos O invocam,
de quantos O invocam em verdade.

Evangelho
Lc 10, 1-9
«A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos»
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo,
designou o Senhor setenta e dois discípulos
e enviou-os dois a dois à sua frente,
a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir.
E dizia-lhes:
«A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos.
Pedi ao dono da seara
que mande trabalhadores para a sua seara.
Ide: Eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos.
Não leveis bolsa nem alforge nem sandálias,
nem vos demoreis a saudar alguém pelo caminho.
Quando entrardes nalguma casa,
dizei primeiro: ‘Paz a esta casa’.
E se lá houver gente de paz,
a vossa paz repousará sobre eles;
senão, ficará convosco.
Ficai nessa casa, comei e bebei do que tiverem,
que o trabalhador merece o seu salário.
Não andeis de casa em casa.
Quando entrardes nalguma cidade e vos receberem,
comei do que vos servirem,
curai os enfermos que nela houver
e dizei-lhes: ‘Está perto de vós o reino de Deus’».